Como conseguir um plano de saúde econômico?

Separamos algumas dicas para que você assine sua cobertura médica com mais informação e economia


Dados divulgados pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), em 2022, revelam que os números de pessoas com planos de saúde ultrapassam 49 milhões, sendo o valor um total de 2,6% a mais do que em março de 2021.


Alguns dos motivos para esse aumento de beneficiários seria o cenário atual de pandemia vivenciado, o sobrecarregamento de hospitais públicos, as novas opções de produtos disponíveis e as fusões e aquisições no setor de saúde que fazem com que o segmento se mantenha aquecido.


Leia mais sobre a consolidação de algumas empresas do setor de saúde clicando aqui.


Porém, não podemos generalizar os valores e tomar os índices como extremamente favoráveis em prol do consumidor. Por mais que a área da saúde, de maneira geral, esteja em um bom momento, sabemos que boa parte da população ainda não possui condições para pagar um convênio médico e, em muitos casos, o brasileiro precisa fazer malabares para dar conta das mensalidades de seus planos, exigindo dedicação e compromisso.


Nosso maior objetivo aqui no blog da Trade é trazer pautas interessantes com novos olhares e alternativas de saúde para você, leitor, alcançar a satisfação máxima com o seu seguro-saúde.


Para o artigo de hoje, gostaríamos de abordar o tema economia. Portanto, conversamos com a consultora executiva da Trade, Thaís Brasil, e elaboramos esse artigo repleto de orientações de quem realmente entende do assunto para que você compreenda os diversos caminhos que percorrem a aquisição de um convênio médico.


Logo, alguns tópicos serão abordados no texto: O que se atentar nos contratos de saúde? Como ter acesso a planos com mais economia? Como funcionam as tabelas de preços? Saiba tudo isso e muito mais nesta publicação de economia e bem-estar.


Tipos de planos e contratações

Iniciamos dizendo que os planos de saúde, atualmente, estão disponíveis no mercado com as mais variadas possibilidades, características e valores, permitindo que o consumidor eleja os atributos de acordo com as suas preferências, tendo como referência o que faz mais sentido para o seu estilo de vida.


Em entrevista com Thais Brasil, 39, consultora executiva da Trade, os planos de saúde são ofertados ao consumidor através de diferentes tipos de contratação: individual, coletivo por adesão ou CNPJ, sendo este último o mais recomendado para perfis que buscam bons valores associados.


Thaís Brasil, consultora executiva da Trade Seguros-Saúde.
“Hoje o mercado apresenta produtos mais atrativos em matéria de preços, qualidade de atendimento e burocracia, sendo mais vantajosa a contratação empresarial do que através das grandes administradoras (adesão) ou planos comuns utilizando CPF”, revela a profissional.



Economia em contratações CNPJ


Isso porque os contratos empresariais de saúde, com o uso de CNPJ, possuem reduções de custos de até 35% quando comparados a contratos tradicionais. O motivo da diminuição seria devido ao entendimento de que assegurados em formatos empresariais fazem menos uso dos serviços médicos do que os beneficiários que aderiram os planos no formato de pessoas físicas.

Portanto, se você possui um CNPJ e perfil de MEI, ME, EPP, LTDA, saiba que você pode oferecer mais saúde com economia para você e os seus com a utilização de seu registro. Somente uma ressalva: assinaturas nesse formato são concedidas apenas a partir de 2 vidas.


Se você tem dúvidas de como abrir um CNPJ, visite este conteúdo.


Para entender mais sobre os outros tipos de planos, confira este artigo.


Bom, agora que você já sabe que os contratos com CNPJ possuem maior benefício econômico, é preciso informar que planos nessa categoria são comercializados, usualmente, de 3 maneiras:

  • Produto completo: Com todos os serviços e benefícios.

  • Com coparticipacão: Planos mais acessíveis, de utilização esporádica.

  • Hospitalar: voltado para clientes que têm a rede médica particular ou para profissionais da área.

Nesta publicação falamos mais sobre coparticipação, modelo de contrato de seguro-saúde com mensalidades mais baixas, que visa a economia, ideal para alguns perfis de beneficiários. Confira o texto na íntegra clicando aqui.


Abrangência dos planos de saúde


Outra forma de se alcançar benefícios econômicos na contratação de seu seguro saúde seria fazer uma análise de suas necessidades em comparação com a abrangência.


Isso quer dizer que a cobertura de cada convênio médico pode variar para diferentes localidades, sendo usual a comercialização de planos de abrangência regional ou nacional. Explicamos cada um a seguir:


Enquanto os planos nacionais oferecem acesso a uma grande rede de cobertura, em todo território brasileiro, os planos regionais são recomendados para utilizadores que não viajam muito ou gostariam de ter acesso aos serviços médicos apenas em uma determinada região. Essa segunda opção reflete em maior benefício econômico, visto que os planos com delimitações de cobertura possuem valores mais acessíveis.


Ainda em conversa, Thais Brasil afirma que a busca por economia em planos de saúde varia muito de perfil para perfil, sendo necessário analisar qual o objetivo de cada contratante. Portanto, na busca por planos com boas condições, consideramos essencial que você tenha em sua companhia um consultor de confiança para alinhamento de expectativas.


Converse com um especialista Trade clicando aqui


Busque compreender todos os valores

Manter-se informado nos custos médicos é algo vital para a boa administração de seu plano de saúde, logo, separamos alguns tópicos relevantes quanto a consideração e inspeção desses preços:


  • Antes de contratar seu plano médico, recomendamos observar valores de outras operadoras de saúde, dessa forma você conseguirá determinar as suas margens de preços com maior autoridade. Segundo a Abramge (Associação Brasileira de Planos de Saúde), há mais de 700 operadoras disponíveis no Brasil. Sendo assim, tenha em mente que diferentes propostas vêm sendo oferecidas.

  • Reembolso: Saiba que reembolso é um benefício oferecido pelas operadoras que consiste na equiparação de valores com um teto estabelecido de acordo com procedimentos médicos, para que assim o beneficiário se consulte com profissionais de preferência e com ressarcimento de valores. O grande benefício disso é não se limitar às redes credenciadas, oferecendo ao assegurado a livre escolha de onde realizar seus procedimentos. Portanto, não se esqueça de averiguar se esse serviço é oferecido antes da contratação.

  • Informe-se sobre os reajustes. Alterações de valores nos planos de saúde são feitas anualmente, sendo muito importante acompanhar esses números para que você consiga manter a manutenção e o controle do seu contrato. Referente a esse tópico, a consultora executiva da Trade dá dicas:

“Depois de 12 meses os contratos de planos de saúde se tornam unilaterais (via regra contratual), havendo possibilidades de migrações para novas operadoras para que assim o beneficiário reduza custos e não enfrente os reajustes, mantendo a qualidade de atendimento”, conta Thaís.
  • Tabelas de valores: As tabelas de preços nos planos de saúde envolvem diferentes variantes, como questões de idade, tipo de cobertura, benefícios inclusos, carências, abrangências, modalidade de CNPJ (Quando MEI e ME há variações de preços, por exemplo) e outras. Portanto, procure por tabelas atualizadas quando estiver procurando seu convênio médico ou solicite mais de um orçamento para o seu consultor.

  • Opte por enfermaria. Muitas pessoas acreditam que fechar contratos de saúde através de enfermaria seria sinônimo de um tratamento menos qualificado. Gostaríamos de desmistificar essa ideia dizendo que os planos utilizando esse tipo de acomodação acompanham o mesmo atendimento que um plano de instalação privativa. Você receberá todo o suporte necessário, vindo de uma equipe médica qualificada, de acordo com a sua necessidade.

Além disso, Thais Brasil ainda sugere que, por conta da pandemia, muitos hospitais estão readequados para um atendimento privativo, sendo a modalidade de enfermaria uma boa opção para quem almeja redução de valores.


Bom, essas foram algumas dicas de como conseguir fechar contratos de planos de saúde com maior economia.


Para dúvidas, sugestões e considerações, fiquem à vontade para usarem a seção de comentários.


Até a próxima!